Aprenda a errar! – Parte 02

Posted on Posted in Blog

Na parte 01 desta série aprendemos: NÃO CONSEGUIMOS MUDAR O QUE JÁ FIZEMOS.

 

Nesta segunda parte escrevo mais um motivo para aprender a errar: SÓ EXISTE ERRO QUANDO EXISTE UMA AÇÃO. Quando há uma tentativa de realizar algo e acertar. É dizer o óbvio: para se fazer algo é necessário agir e ao agir você se expõe ao erro. Se você quer um FÓRMULA INFALÍVEL PARA NÃO ERRAR: NÃO TENTE NADA!

 

Cometer equívocos e falhar para alcançar objetivos  fazem parte do dia a dia. Acerto ou erro são consequências e  eo sucesso ou o fracasso estão profundamente ligados a QUANTIDADE E  QUALIDADE de nossas tentativas.

 

Errar é uma forte evidência de movimento em busca de algum objetivo. Quanto mais alguém procura alcançar um intento maior será a coleção de erros que possui. Basta pesquisar a biografia de qualquer pessoa que produziu um grande resultado em qualquer campo de atuação humana e iremos encontrar um BELO ESTOQUE DE EQUÍVOCOS, ATROPELOS E FALHAS.

 

Michael Jordan maior jogador da história do basquetebol e por muitos considerado um dos maiores atletas de todos os tempos foi colecionador de títulos, destaques e recordes. No alto de sua experiência ele dizia: “EU ERREI MAIS DE 9.000 ARREMESSOS na minha carreira. Perdi quase 300 jogos. Em 26 oportunidades, confiaram em mim para fazer o arremesso da vitória e eu errei. Eu falhei muitas e muitas vezes na minha vida. E é por isso que tenho sucesso. ”

 

POSSUIR UMA RESERVA DE ERROS PARECE SER CONDIÇÃO DA EVOLUÇÃO HUMANA E DO CRESCIMENTO PESSOAL:

Com uma coleção de quedas e tropeções uma criança aprende andar.

Deixando o carro “morrer” algumas vezes é que se aprende a dirigir.

“Queimando” algumas receitas de iguarias é que se torna um cozinheiro.

 

NÃO estou dizendo que PRECISA ERRAR PARA APRENDER pois aprende-se muito acertando. No entanto aprendemos muito com os erros pois eles são consequências naturais de nossas inúmeras tentativas pela vida.

 

Problemas e dificuldades são parte da trajetória cotidiana não devem ser criados nem procurados. Seria uma benção se não houvessem problemas e nossa caminhada de vida fosse somente doce e confortável. No entanto problemas existem, vão acontecer só não sabemos quando, em que quantidade, onde e quem os provocará.

 

Sendo assim já sabemos que HAVERÁ UMA ABUNDÂNCIA DE ERROS em nossas vidas e que cada um deles carrega uma semente de aprendizado, ajustes e correções de rota. É por isso que ERROS EXISTEM PARA SER UTILIZADOS!

Nosso “estoque” de erros carrega um potencial de aprendizado incrível. Revise o seu estoque, utilize o potencial de aprendizado presente nele e conjugue o verbo mais importante quando nós falamos sobre erros: O VERBO APRENDER!

 

O maior erro é deixar de fazer as coisas por ter medo de cometer erros!

18 thoughts on “Aprenda a errar! – Parte 02

  1. Belo texto, concordo com cada linha!
    Nunca tive medo de errar e por isso em minha vida fiz e vivi coisas incríveis, tiveram momentos em que tive que conviver e tentar esquecer meus erros, mas os maiores aprendizados foi quando parei de tentar esquecê-los e passei a observá-los como ferramenta de aprendizado.

    Obrigado pela sabedoria de sempre meu mentor e professor Vinicius!

  2. Aprender depois de velho que o erro é esperado, traz uma liberdade muito grande. Tenho preferido plantar as sementes de aprendizado e errar do que nunca realizar nada!

  3. Amei o texto. Me fez refletir sobre os erros que cometemos . Aprendo muito mais quando erro do que quando acerto. Que venham os erros, se necessários. para que possa alcançar o sucesso.

  4. Atualmente, com q internet os erros ficam até mais explícitos né! Acaba atrapalhando ainda mais o poder de ação de algumas pessoas.

    Há um tempo sigo essa sua linha de raciocínio Vinição! A falta de erros em Minha vida significa duas coisas: ou que já estou dominando o que faço e não estou buscando expandir ou que não estou agindo e criando.

    A falta de erros e a zona de conforto se abraçam nos acalientam e nos estagnam!

    Grande abraço!!

  5. É isto aí Vinícius, com certeza o erro tem a semente do acerto. Este é o ponto a ser mirado, como posso fazer diferente, melhor, mais rápido e mais barato da próxima vez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *